Neeo Odontologia

Procedimentos do Buco Maxilo Facial

O Dr. Rafael Zetehaku Araújo é um dos profissionais mais qualificados de Ilhéus, Itabuna e região no segmento Odontológico. Além de contar com sólida formação no Brasil, o profissional também possui experiência internacional, com atuação na Suíça e na Itália.

A principal especialidade do cirurgião-dentista é a harmonização facial, uma área inovadora da Odontologia, que consiste em obter o perfeito equilíbrio estético da face. O profissional tem know-how em procedimentos e tratamentos da especialidade da Cirurgia Buco-Maxilo-Facial, trabalhando com excelência e comprometimento.

O Dr. Rafael Zetehaku Araújo acredita que, além de conquistar um sorriso bonito e harmônico, as pessoas precisam restabelecer funções mastigatórias, articulares e musculares importantes para a saúde bucal. Só assim, é possível viver com mais autoestima, qualidade de vida e bem-estar.

Dedicação e competência a favor do seu sorriso!

Com expertise na especialidade Buco-Maxilo-Facial, o Dr. Rafael Zetehaku Araújo oferece os principais tratamentos para problemas como apneia obstrutiva do sono, distúrbios respiratórios, ronco, dores orofaciais e na articulação temporomandibular (ATM), assimetria facial, posição irregular dos maxilares, atrofias ósseas e perdas dentárias. O cirurgião-dentista é especializado em reconstrução realizada com enxertos ósseos, tratamentos para cistos e tumores benignos de boca e face e implantes dentários.

Atuando com responsabilidade e aperfeiçoamento contínuo, o profissional se tornou uma referência em cirurgias odontológicas, garantindo segurança, precisão e sucesso em todos os tratamentos. O cirurgião-dentista trabalha com conhecimento científico, experiência clínica e atendimento humano, respeitoso e que coloca a saúde e o bem-estar do paciente sempre em primeiro lugar!

 

Conheça os principais tratamentos:

Cirurgia Ortognática – Procedimento que visa à correção de desarmonias da face, como, por exemplo, as causadas pelo posicionamento irregular dos maxilares e dos dentes. Em geral, esse procedimento é indicado para pacientes que tiveram um crescimento inadequado dos ossos da maxila, mandíbula, queixo e maçã do rosto. A técnica previne diversos problemas gengivais, dentários e degenerações da articulação temporomandibular.

A assimetria facial pode comprometer a aparência, além de causar problemas articulares, respiratórios, de fala e mastigação. O tratamento é conduzido com planejamento virtual 3D computadorizado, que simula os resultados cirúrgicos e as alterações faciais, garantindo previsibilidade e segurança.

Disfunção Temporomandibular (DTM) – Essa disfunção afeta a articulação temporomandibular (ATM), que conecta a mandíbula ao crânio. Os sintomas mais frequentes são dores de cabeça, bruxismo, estalos ao abrir e fechar a boca, dores no pescoço e músculos da face e dificuldades de mastigação.

Em muitos casos, o tratamento precisa ser multidisciplinar, com o suporte do cirurgião Buco-Maxilo-Facial, do fisioterapeuta e do médico. O diagnóstico deve ser feito com assertividade, para que seja possível oferecer o tratamento adequado ao paciente, com foco no alívio das dores e na melhoria da qualidade de vida.

Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS) – Esta doença é caracterizada pela obstrução total ou parcial das vias aéreas respiratórias, levando o paciente a ter uma parada repentina e temporária da respiração durante o sono. É mais frequente em pessoas com sobrepeso ou com deficiências mandibulares.

Entre os sintomas, estão: ronco, sono durante o dia, dificuldade de concentração, entre outros. O tratamento pode ser feito com placas, CPAP (Continuous Positive Airway Pressure) e Cirurgia Ortognática para reposicionamento dos maxilares.

 

Implantes Dentários – Os implantes são indicados para pacientes com perdas dentárias e restabelecem a estética e a função mastigatória dos dentes, melhorando a qualidade de vida e a autoestima. O tratamento é feito com planejamento virtual e técnicas modernas, inclusive com a realização de reconstruções com enxerto ósseo, quando o paciente não apresenta estrutura óssea disponível para o implante.

É possível utilizar exames de tomografia para definir o posicionamento e o tipo de implante mais apropriado para cada paciente. Dessa forma, o procedimento se torna mais seguro, personalizado e com resultados previsíveis e satisfatórios.