Cirurgia Buco-Maxilo-Facial

A cirurgia ortognática é um procedimento para correção de uma desarmonia facial, causada por uma má posição dento-esquelética. Geralmente, são resultado de um crescimento inadequado (exagerado ou diminuído) de algum dos ossos que envolvem a face, como mandíbula, maxila, mento (ou queixo) ou zigomatico (malar ou maça do rosto).

A assimetria facial ocorre nestes casos e essa alteração normalmente começa durante a fase de crescimento e se estabiliza na idade adulta, comprometendo a harmonia e a beleza do rosto. Além da questão estética, essa alteração causa outros problemas que afetam a saúde e o bem estar dos pacientes, com problemas respiratórios, mastigatórios e alimentares, alterações na fala e desconforto psicológico.

Além disso, a Cirurgia Ortognática pode prevenir problemas como alterações e degeneração da Articulação Têmporo-Mandibular e problemas dentários e gengivais.

Desmistificando a Cirurgia Ortognática

Em geral a fase de preparação é longa, podendo chegar a um ano, período pelo qual o tratamento ortodôntico vai procurar corrigir a mordida e a função mastigatória com o uso de aparelhos ortodônticos convencionais, colaborando com resultados mais rápidos após a cirurgia.

Hoje em dia, porém, com as recentes tecnologias no planejamento e preparação cirúrgico e ortodôntico, podemos realizar em casos selecionados, a cirurgia na técnica de Benefício Antecipado, aonde o paciente não precisa passar pela fase preparatória de ortodontia, podendo em poucas semanas realizar a cirurgia.

O cirurgião e professor Dr. Rafael Zetehaku Araujo, em virtude de sua formação no HC-UFMG e fellowship na Universidade da Basiléia, na Suiça, trabalha com a técnica de Benefício Antecipado e com Planejamentos virtuais 3D computadorizados trazendo mais segurança e conforto ao paciente, além de agilidade e redução de custos ao paciente.

Como é realizada

A cirurgia ortognática consiste, basicamente, em colocar os maxilares na melhor posição possível, de tal forma que garanta a saúde e adequada função das articulações temporomandibulares, dos tecidos bucais, da respiração correta, das funções da fala e da mastigação, da oclusão dentária, e em conjunto a tudo isso, a harmonização da estética do sorriso e da estética facial.

Antes de realizar a cirurgia ortognática, é feito um planejamento virtual, ou seja, ela é realizada antes no computador para que depois todas informações sejam transportadas para o centro cirúrgico. Essa tecnologia nos dá precisão plena para o procedimento executado na sala. A tecnologia utilizada na área é tão avançada que softwares podem indicar a cirurgia específica para cada caso e proporcionar a visualização aproximada dos resultados.

Essa é uma cirurgia realizada em ambiente hospitalar e o paciente não fica com nenhum tipo de cicatriz, pois o procedimento é inteiramente realizado por dentro da boca. A cirurgia ortognática é considerada um procedimento minucioso, já que o médico modifica décimos de milímetros dentro da boca, então a realização com um profissional gabaritado e experiente é fundamental para resultados adequados.

Tipos de Cirurgias